19 setembro 2012

Hoje dei-me a mão


(aqui fica um texto extra-desafio)

Encontrei-me, finalmente, debaixo de papéis e papelinhos que fui guardando ao longo da minha vida. Uns, guardei por pena. Outros, porque me diziam algo. Outros há, que guardei, simplesmente porque sim! Porque não? E quem devia ter guardado, não guardei. Entrincheirei-me, deixando-me ao pó! À lentura! E preso às tintas e caligrafias fumadas pelo tempo perdi-me… sem colete salva vidas, sem luz de presença, sem me recordar.
Hoje dei-me a mão! Apesar de estar amachucado, estou vivo!

Nelson Mendes

7 comentários:

  1. Lindo e acompnhei quase todos por aqui.Participações lindas. Deixo comentário apenas aqui! beijos,lindo dia,chica e até amanhã,rs

    ResponderEliminar
  2. Que lindo isso, tocante por demais!
    Parabéns ao Nelson.

    Beijos amiga Margarida.

    ResponderEliminar
  3. É verdade, um texto lindo.
    E sim - até amanhã...! Já está prontinho para começarem a arregaçar as mangas. De língua de fora dá jeito... :)
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De língua de fora?
      Pelo jeito o desafio vai ser de deixar meu tico e teco perdidinhos...rsrs.
      Boa noite Margarida.

      Eliminar
    2. Mas é bem divertido...
      Um grande beijinho, Majoli

      Eliminar
    3. Nelson Mendes20/09/12, 19:14

      Muito Obrigado Majoli!
      Margarida, não posso arregaçar as mangas pois estou de manga curta ;)
      Mesmo assim... vou à luta!

      Eliminar
    4. Pronto, faço uma excepção para si - pode ficar de manga curta e pôr só a língua de fora enquanto escreve... :)
      Um beijinho

      Eliminar