10 setembro 2012

Encruzilhadas...


Encontro-me numa encruzilhada, sem saber para onde ir... tudo muito vago, pensamentos tristes, doentios mesmo... Porém a vida deixa-nos alternativas, podemos escolher, ficar a sofrer
pelos problemas passados, ou dar a volta e seguir em frente. Impõe-se caminhar na direcção correcta. Provavelmente achamos possível, embora correcto possa parecer, demonstrar outro erro
imprevisto. Importante escolher  certo ou errado, caminhar de cabeça erguida pensando prudentemente na possibilidade de mais erros, aprendendo de certa forma a maneira de os contornar.

Marina Maia, 43 anos, Castanheira

Sem comentários:

Enviar um comentário