11 setembro 2012

Apagar uma palavra


Passou verão e inverno embrulhada na sua melancolia feita de muitas melancolias tecidas ao longo dos anos. Parou de sorrir à vida. Afastou o brilho do olhar. Deixou de querer.
Desistir. Verbo medonho!
Decidi, então, apagar no dicionário a palavra desistir e todas as suas derivadas. Tudo porque ela desistiu da vida e se deixou apagar, dia a dia, qual vela a arder lentamente e a desvanecer.
Na folha rasurada do dicionário, escrevi em maiúsculas: EXISTIR. RESISTIR.

Ana Paula Oliveira, 51 anos, S. João da Madeira 

Sem comentários:

Enviar um comentário