28 setembro 2012

A visita


maldita alergia, suspirou de nariz a pingar e lenço apertado no punho, à entrada da adega, húmida como a galeria que os romanos escavaram na baixa.
ali ao lado estava o pai, que não via há quinze anos.
a ansiedade da situação não ajudava.
e ele espirrava.
mas não se permitia chorar, não fosse o pai pensar que eram lágrimas de alegria.
assoou-se de novo e desceu.
onde estaria o vinho do ano em que ele partiu?
Rita Bertrand, 40 anos, Lisboa

Sem comentários:

Enviar um comentário