13 maio 2012

O fendido



Sou um bule rachado, sou...o quinto da esquerda, na terceira prateleira de cima...estou a meio..... fácil de identificar, sou o fendido.
Em tudo sou privilegiado!
Servi longamente, fui delicadamente segurado por suaves mãos que me acariciaram a asa. Longos, bem torneados dedos ampararam-me o bico.
Agora na prateleira, suavemente, pela minha fenda aberta a luz penetra, e som.
Ainda que imóvel, não minto, continuo a sentir-me parte, da arte de um bom chá das cinco.

Luís Marrana, 52, Oliveira do Douro Portugal

Sem comentários:

Enviar um comentário