01 maio 2012

histórias recebidas, publicadas na revista abril 2012


Uma viagem inesquecível
Sei que as viagens podem ser feitas de carro, mas também podem ser feitas de sonhos e de leituras.
Quando abro um livro, desejo saber o que ele esconde. Essa ansiedade leva-me a uma grande pressão que só acaba quando chego à última página e deslindo o segredo anteriormente bem guardado.
Os livros têm sabedoria. São um tesouro, são o foguetão que me leva a viajar pelo mundo real ou num mundo de fantasia.
Patrícia Dias, 12 anos, Arrifana (Santa Maria da Feira), aluna do 7ºD na Escola Básica de Arrifana

“Como era hábito sentou-se na pedra à beira da estrada que descia até a estação e olhou o relógio. Faltavam dois minutos. Fixou a curva da serra, lá bem ao fundo, e antes que o olhar vislumbrasse, ouviu o apitar que anunciava a chegada.
Surgiu sem pressas, parou no cais pronto a acolher quem quisesse entrar e a libertar quem tinha chegado ao seu destino.
Um dia, também ele embarcaria naquele comboio, fazendo-se ao mundo, à vida.”
Quita Miguel, 52 anos, Cascais

Sem comentários:

Enviar um comentário