21 maio 2012

e não param de chegar... desafio nº 5!




Poder ver-te todos os dias é fabuloso!

Poder sair de manhã, com o sol a brilhar no céu,
Ver-te em todo o teu esplendor, força, magia, cor… é fabuloso!
Todos os dias te vejo e em todos eles me espantas!
Os teus mistérios, o teu toque, poder ouvir-te… fascina-me, arrepia-me, encanta-me.
Dias sem te ver são tortura! Vividos em dor e amargura…
É de ti que falo mar, da tua serenidade ritmada. És
Fabuloso, mesmo quando em fúria, explodes violento na areia da praia…
Sandra Lopes


Miguel, anda depressa, não digo duas vezes!
Miguel andava distraído com um animal que encontrou no jardim.
Anda às voltas num rodopio sem parar e ser apanhado.
Depressa o rapaz chateou-se e tentou pisá-lo, mas arrependeu-se logo.
Não voltou a tentar, pois teve muita pena do bichinho.
Digo que a minha irmã Marta é uma piegas, mas
duas são as vozes na consciência… minha e a dela.
Vezes sem conta terei de ouvi-la se não for já!
Maria Jorge


A juventude era para Gromicho mercadoria estragada.
A masculinidade nem sempre leva às atitudes mais correctas, por
juventude certamente. Por ainda se ter vivido pouco e porque
era esse o costume na terra, homem que é homem,
para se impor, fazia coisas que nem ao diabo lembra.
Gromicho, conhecido como avô rezinga, estava sempre alerta com a
mercadoria que os mais arrojados faziam circular, por vezes já
estragada pelas mãos ávidas que folheavam páginas de gente desnuda. "
 Quita Miguel, 52 anos, Cascais

2 comentários:

  1. Linda história! Boa semana. (Li também as demais...Ótimas!)beijos,chica

    ResponderEliminar
  2. Não é lindo? Eu ando deslumbrada, grata!
    Um grande beijinho

    ResponderEliminar