29 maio 2012

As histórias do desafio nº 5 da EBS de Fajões


Margarida Fonseca Santos: Uma surpresa agradavelmente deliciosa…
Margarida, Maria Rapaz na adolescência.
Fonseca pela parte da mãe? Provavelmente…
Santos pela parte do seu querido pai? É o mais certo.
Uma mulher incrível, divertida, engraçada, generosa e genuína!
Surpresa foi o que o clube de Oficina de Escrita lhe fez na Escola Básica e Secundária de Fajões.
Agradavelmente fomos surpreendidos pela abertura, disponibilidade, sensibilidade e saberes partilhados.
Deliciosa e audaz, proporcionou fugazes momentos que queremos relembrar e para sempre eternizar!
Realização: Joel Santos, Rafael Pinho – 8ºA – E.B.S de Fajões.


Eu tenho uma boneca que diz Olá!
Eu e a Margarida temos uma linda boneca.
Tenho muita sorte em tê-la. Nunca vou esquecê-la.
Uma tarde, depois da escola, fomos para minha casa brincar com ela.
Boneca ela não é, para nós, é uma amiga que diz Olá, para
que possamos brincar sempre com ela.
Diz Olá sempre que vamos brincar com ela.
Olá diz ela com um sorriso fofinho, maravilhoso é isso que me faz gostar dela.
Raquel e Mariana, Escola Básica e Secundária de Fajões do 8ºB


Nós as duas fazemos uma dupla genuína.

Nós quando estamos nas aulas de Língua Portuguesa trabalhamos muito bem.
As ideias sobem ao mesmo tempo ao cérebro das
duas e, quando vamos mostrar à professora o nosso trabalho,
fazemos um grande brilharete em frente à nossa turma,
uma turma espectacular, a professora dá-nos os parabéns por sermos a dupla que somos, por fazermos um óptimo trabalho e por sermos uma equipa
genuína que toda a gente inveja, adora.
Diana Pereira, Cristiana Oliveira e Ana Oliveira, Escola Básica e Secundária de Fajões do 8ºA



Livros, palavras são o melhor do mundo
Livros são aventuras, companhia, um amigo, um confidente, uma amizade eterna.
Palavras e letras que conjugadas são o melhor que se pode ter.
São únicos, diferentes, exclusivos e extraordinários como prendas.
O eterno mundo através da palavra, numa ideia, num livro.
Melhor! Tinha que ser inventado pois nada se lhes compara.
Do mais antigo ao mais novo. Um
Mundo ao alcance de todos nós: basta abri-los, ler, aprender e gostar.
Filipa Oliveira Costa, Nº10, 8ºB, Escola Básica e Secundária de Fajões

Sem comentários:

Enviar um comentário